Windows Defender vs Antivírus em Escala Completa: o que é melhor para 2019?

Eric C.
POR: Eric C.
Publicado em: 28 de fevereiro de 2019

Quando se trata de proteger contra vírus, malware e outras ameaças um computador que executa o Windows 10, o Windows Defender é a escolha padrão, já que já vem pré-instalado no Windows 10. No entanto, uma ferramenta gratuita que vem junto com o OS pode realmente competir com um software antivírus dedicado em grande escala? Fizemos uma comparação detalhada e os resultados podem surpreendê-lo.

Lista rápida:

Um pouco sobre o Windows Defender

Você pode usar o Windows Defender como o Microsoft Security Essentials se estiver usando ou tiver usado um sistema operacional anterior ao Windows 10. As versões anteriores tinham menos recursos e, na verdade, mal podiam ser consideradas um antivírus. Por muitos anos, o Microsoft Security Essentials não ficou bem classificado na maioria dos testes antivírus.

Mas a nova e melhor opção gratuita que vem com o Windows 10 agora pode:

  • Analisar seus programas
  • Fazer download de novas definições de vírus por meio de atualizações do Windows
  • Analisar automaticamente ou sob demanda por programas mal-intencionados
  • Oferecer proteção de firewall

O que os testes mostram?

Em testes de antivírus, o Windows Defender funciona bem nos campos de proteção, desempenho e usabilidade. Ainda, sua capacidade de detectar e remover ameaças é comparável a outros softwares antivírus dedicados, como o Avira e o Bitdefender.

O que faz bem

  • Oferece 100% de proteção contra ataques de dia zero
  • Tem 4% de lentidão do navegador da web em comparação com a média do setor de 10%
  • Produz menos falsos positivos que os concorrentes

O que não faz bem

Apesar disto, o Windows Defender não é perfeito. Em outros testes, não teve um desempenho tão bom em ataques de malware “dependentes do usuário”.

  • É suscetível a erros do usuário: enquanto o antivírus o avisar sempre que um programa mal-intencionado tentar ser executado, ele não vai impedir a sua execução de qualquer maneira se você optar por fazê-lo
  • Diminui a instalação de aplicativos usados ​​com mais frequência do que outros softwares antivírus dedicados

No geral, o Windows Defender abrange o básico, o que faz dele uma opção gratuita atraente para usuários que procuram um antivírus barebones que é eficaz. Ele oferece boa proteção, é gratuito com o Windows 10 e funciona com um impacto de sistema relativamente baixo.


A competição

Não seria preciso analisar o Windows Defender ou outro software antivírus isoladamente. Precisamos saber como o Windows Defender se comporta quando comparado a alguns dos maiores e mais completos programas antivírus existentes. Testamos o Windows Defender contra alguns dos nomes mais reconhecidos, como Avira, Bitdefender, Malwarebytes e outros.

Veja como eles se classificaram:


Avira vs. Windows Defender

Avira vs. Windows DefenderAvira Antivirus (consulte as resenhas dos usuários) geralmente está classificado no topo dos testes de antivírus, superando outros gigantes da indústria, como a ESET, de acordo com a AV Comparative. Veja como ele se compara ao Windows Defender:

O que a Avira faz bem:

  • Ele vem com um gerenciador de senhas
  • Menos impacto no desempenho do sistema
  • Avira Protection Cloud envia amostras desconhecidas para o banco de dados em nuvem para análise (ou seja, melhor proteção de dia zero)
  • Proteção adicional do navegador que avisa sobre links arriscados antes de clicar neles
  • Rede privada virtual (VPN) gratuita

O que a Avira não faz bem:

  • A Avira não oferece um firewall como o Windows Defender
  • A versão gratuita inclui bloatware, como anúncios pop-up

Conclusão: Como um antivírus dedicado, a Avira tem mais recursos do que o Windows Defender e, embora ele não venha com um firewall, você pode atualizar para a versão premium para uma proteção completa.


Avast vs. Windows DefenderAvast vs. Windows Defender

Avast (veja comentários dos usuários) é outra solução popular com alta pontuação em proteção contra malware, ocasionalmente melhor que o Windows Defender. Vamos compará-los:

O que o Avast faz bem:

  • Mais recursos e ferramentas de utilitário
  • Menos impacto no desempenho do sistema
  • Modo de jogo para desativar o uso da CPU em segundo plano e notificações quando um jogo está sendo executado
  • Recursos extras incluem um scanner de rede doméstica e um gerenciador de senhas

O que o Avast não faz bem:

  • A interface do usuário não é tão fácil de usar quanto o Windows Defender
  • Varredura por demanda lenta – não é executada em segundo plano tão bem quanto o Windows Defender

A linha de fundo: O Avast vem com recursos mais avançados do que o Windows Defender, apesar de ambos serem gratuitos. Contudo, devido a esses recursos, ele gera maior impacto no desempenho do seu computador.
Obtenha o Avast agora >>>


Bitdefender vs. Windows DefenderBitdefender vs. Windows Defender

Bitdefender (veja comentários de usuários) é outro grande antivírus dedicado que oferece proteção anti-malware e web de primeira linha. Vamos compará-lo ao Windows Defender:

O que o Bitdefender faz bem:

  • Recursos extras, como um gerenciador de senhas e uma rede virtual privada
  • Possui uma interface simples e limpa
  • Nenhuma barra de ferramentas ou pop-ups

O que o Bitdefender não faz bem:

  • Varredura inicial lenta
  • A versão gratuita é muito básica e tem poucos recursos

Conclusão: a versão gratuita da Bitdefender é comparável ao Windows Defender em diversos quesitos. Nenhum deles vem com um bloatware desnecessário que desacelera o sistema, mas se você estiver querendo aproveitar os recursos extras como um gerenciador de senhas e VPN gratuito, então o Bitdefender é a melhor escolha.
Obtenha o Bitdefender agora >>>


Malwarebytes vs. Windows Defender

Malwarebytes vs. Windows Defender

Enquanto o Malwarebytes (veja comentários dos usuários) não é tecnicamente um antivírus, ele continua sendo um fantástico programa anti-malware. Mas como ele se compara ao Windows Defender?

O que o Malwarebytes faz bem:

  • Impede que o PUPS (programas potencialmente indesejados) entrem em seu sistema ANTES de terem a chance de infectar
  • Detecta vírus melhor do que a maioria dos softwares antivírus gratuitos
  • Pode funcionar junto de outros software de segurança

O que o Malwarebytes não faz bem:

  • Apenas oferece verificação sob demanda (sem verificação automática)
  • não remove ameaças, apenas as identifica
  • Muitos dos melhores recursos estão bloqueados por trás de um paywall, mas esses recursos valem a pena

Enquanto a versão gratuita do Malwarebytes oferece varredura sob demanda, que é capaz de capturar algumas ameaças melhor do que outros softwares antivírus, é mais fraca do que a concorrência em outras áreas. Além disso, não é possível remover ameaças, apenas detectá-las.

Por esse motivo, recomendamos combinar o Malwarebytes com outro antivírus como o Windows Defender para obter o melhor dos dois. Ainda, se optar pela versão paga, você podera obter proteção contra explorações, zero-day attacks, e ransomware.

Tenha o Malwarebytes Agora >>>


Outras opções

Há muitas outras excelentes opções, como Sophos Home e Trend Micro que oferecem seus próprios conjuntos de recursos e métricas de desempenho.

Como a maioria das pessoas, você provavelmente possui vários dispositivos. Alguns programas antivírus, como o Panda, oferecem melhor proteção para vários dispositivos simultaneamente, sendo ideal para famílias que buscam proteção total em todos os dispositivos.

Mas a questão ainda permanece: “Devo me incomodar em obter um antivírus dedicado ou o Windows Defender é suficiente?”

Veja o que recomendamos:

Você precisa ter um antivírus instalado no seu computador, mas não quer mais de um antivírus completo em execução no seu sistema por vez. Por quê? Vários scanners sendo executados ao mesmo tempo podem retardar o sistema e criar conflitos entre o software antivírus.

Logo, recomendamos o uso de duas opções:

Uma combinação de Windows Defender (antivírus) e Malwarebytes (antimalware). O Windows Defender funciona como seu antivírus e firewall básicos, enquanto o Malwarebytes oferece proteção contra várias ameaças que o Windows Defender não consegue identifica.

Ambos funcionam bem juntos, com impacto mínimo no sistema. O melhor de tudo, é que os dois são totalmente gratuitos. Se você acredita que precisa de um impulso extra, considere investir na versão paga do Malwarebytes para proteção adicional contra ransomware e ataque de dia zero.

E, caso não seja fã do Malwarebytes, você pode combinar o Windows Defender com qualquer uma das opções acima. Se escolher outro programa, simplesmente modifique seus cronogramas de varredura para reduzir o conflito e impedir que varreduras intempestivas sejam exibidas.

Sobre o Autor

Eric C.
Eric C.

Eric é um escritor profissional com mais de 7 anos de experiência escrevendo sobre marketing e tópicos técnicos. Nos últimos anos, ele se concentrou nos setores de segurança, fintech e de criptomoedas em rápido desenvolvimento.